Condição bastante incômoda, a sensibilidade pode se manifestar com alimentos quentes ou frios.

Você tem sensibilidade os dentes, no momento em que vai ingerir alimentos quentes ou frios? Realmente, nada é mais frustrante do que não poder tomar um sorvete num dia quente ou não conseguir degustar uma refeição ou um café quente e aconchegante no inverno. 

Mas saiba que essa condição bastante incômoda atinge várias pessoas, fazendo com que elas adotem uma dieta praticamente restritiva, simplesmente porque é impossível suportar a dor causada pela hipersensibilidade.

Também conhecida como hipersensibilidade dentinária, A sensibilidade nos dentes  afeta 57% da população e causa o incômodo devido a superfícies da dentina expostas. 

E isso ocorre quando o esmalte que protege os dentes se desgasta, ou quando uma restauração é removida, expondo a dentina.

E além dos gelados e quentes, os dentes sensíveis também limitam o consumo de alimentos doces e ácidos. A sensação de ter uma pontada aguda no dente é péssima,.

Apesar de dolorosa, a boa notícia é que este problema pode ser facilmente tratado! Veja mais detalhes sobre este assunto neste post. 

O que causa a Sensibilidade nos Dentes?

Diferentemente do que muitas pessoas acreditam, a sensibilidade não aparece somente por causa de cáries dentárias. O problema pode ocorrer quando o esmalte do dente está desgastado e fino.

Como já citamos, quando a dentina fica exposta por causa da gengiva retraída, ocorre a sensibilidade. Ou seja, isso significa que qualquer condição na qual o dente e a raiz fiquem expostos sem proteção pode levar à sensibilidade.

Essa condição costuma se desenvolver aos poucos na sua boca, surgindo entre os 20 e os 50 anos de idade, em geral, segundo especialistas. 

Milhares de canais microscópicos ligam a dentina ao centro do dente. E quando a dentina fica exposta, estímulos externos como uma bebida fria ou um café quentinho, ativam os nervos no núcleo do dente, causando uma dor aguda imediata, característica da sensibilidade nos dentes.

Existem outras causas que podem estar relacionadas à sensibilidade nos dentes, como:

  • Esmalte desgastado devido ao uso de escovas duras ou escovação muito forte;
  • Erosão dentária devido a alimentos e bebidas altamente ácidos;
  • Erosão dentária devido à bulimia ou doença do refluxo gastroesofágico (DRGE);
  • Retração da gengiva que deixa a superfície de sua raiz exposta

Como saber o diagnóstico?

Se sentir qualquer sintoma relacionado, não deixe de procurar um profissional dentista. O diagnóstico de sensibilidade nos dentes deve ser feito em consulta com o dentista especializado. 

Os sintomas são bastante conhecidos e aparecem sempre quando se tenta comer algo gelado, quente, doce ou ácido.

Outras doenças também têm relação com a sensibilidade, como, por exemplo, o bruxismo, as fissuras dentárias e, claro, as temidas cáries. O tratamento vai depender diretamente do fator causador da sensibilidade. 

Por isso, uma avaliação detalhada da saúde bucal é imprescindível nestes casos. E  busque também informações sobre os corretos hábitos de escovação e uso de fio dental. 

Uma higiene bucal adequada é fundamental para impedir que a gengiva sofra retração e cause dor nos dentes. 

Se você escova os dentes de maneira incorreta ou com muita força, pode causar danos à sua gengiva e consequentemente gerar a sensibilidade dental. 

E, se apresentar hipersensibilidade dentinária, basta fazer algumas mudanças simples em sua higiene bucal diária e em seus hábitos de alimentação para evitar a exposição adicional da dentina, cuidar dos dentes sensíveis e aliviar os sintomas dolo. 

 Em caso de dúvidas sobre a sua rotina de higiene bucal, converse com seu dentista.

Tipos de tratamento

O tratamento para dentes sensíveis é indicado ao paciente após o dentista verificar a causa do problema. E ele varia de acordo com cada problema e necessidade. 

No exame clínico, o profissional vai avaliar o nível de exposição da dentina e vai testar as possíveis causas da sensibilidade dentária, analisando de forma minuciosa a estrutura bucal para verificar se existem cáries ou doenças da gengiva que possam ter relação com a queixa do paciente.

Quando o problema é causado pela presença de uma cárie, o tratamento é a restauração do dente, um procedimento simples e rápido. Pacientes com gengivite podem receber a indicação de limpeza completa. 

Já quando o problema é a exposição da dentina, o tratamento é mais complexo e envolve várias idas ao consultório para aplicação de flúor para mineralizar o esmalte do dente, procedimento para impermeabilizar e fixar restaurações dentárias, aplicação de flúor de alta concentração com molde bucal, entre outras técnicas.

Dicas importantes para cuidar de Sensibilidade dos Dentes em casa

Além das consultas regulares com o dentista, pessoas com dentes sensíveis também precisam estabelecer uma rotina especial de cuidados em casa. As principais dicas são:

– Fazer uso de creme dental específico para dentes sensíveis;

– Fazer a escovação corretamente;

– Usar uma escova de dente com cerdas macias;

– Usar o flúor indicado pelo dentista;

– Passar fio dental diariamente.

Outra recomendação importante é para que as pessoas não fiquem sofrendo com a sensibilidade dentária e tampouco tentem tratamentos caseiros. Só o dentista pode indicar os procedimentos e produtos corretos para tratar essa disfunção.

Vale dizer que, atualmente, a sensibilidade nos dentes está entre os principais problemas bucais relatados pelos pacientes brasileiros. Tratar a sensibilidade nos dentes é uma garantia de qualidade de vida e bem-estar.

Como saber se eu tenho dentes sensíveis?

Dificilmente o paciente não nota sozinho a sensibilidade dos dentes, especialmente nos casos mais graves. Mas a ocorrência de uma sensibilidade tem sintomas que são, por vezes, muito intensos, e a sensação de dor e desconforto é inconfundível.

Os sintomas mais clássicos para, quem sabe, identificar a sensibilidade nos dentes com uma certa antecedência:

  • sensação de dor ou “arrepio” ao ingerir alimentos frios ou quentes;
  • desconforto ao respirar o ar frio no inverno ou em ambientes com ar-condicionado;
  • sensibilidade durante a escovação;
  • sensibilidade com a ingestão de alimentos cítricos ou ácidos.

 

Mas é muito importante que você, após perceber qualquer um dos sinais, não deixe de procurar o dentista, pois só ele vai avaliar qual é o seu caso e que tipo de tratamento é o ideal. 

A sensibilidade nos dentes é sinal de algo mais grave?

Essa é uma pergunta com resposta complexa pois na Odontologia, assim como em outras áreas da saúde, cada caso é um caso. Portanto, a sensibilidade pode, sim, indicar a presença de questões mais complicadas.

Mas nem sempre isso é motivo de preocupação e muitas vezes, o problema não é grave. A sensibilidade pode estar relacionada a questões iniciais. Mas que podem ser revertidas com a adoção de uma higiene eficiente.. 

Por isso reforçamos que ao notar qualquer um dos sintomas, o recomendado é sempre buscar a opinião de um profissional e fazer uma avaliação de seu caso seja feita adequadamente.

Se você está sofrendo com este problema, agende uma consulta na Essentia Odonto, sua Clínica Odontológica no Rio de Janeiro! Temos os melhores dentistas, com experiência no tratamento de erosões no esmalte do dente, retração de gengiva e exposição da dentina, as principais causas da hipersensibilidade dentária. 

Entre em contato e saiba mais sobre as causas e tratamentos dessa disfunção! Encontre a unidade Essentia Odonto mais próxima.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *