Um dos procedimentos odontológicos mais procurados nos dias de hoje é o Clareamento Dental. que possibilita dentes mais brancos e bonitos. Contudo, ainda existem inúmeras dúvidas e mitos a respeito do procedimento, o que por vezes gera receio em quem considera realizá-lo. Sendo assim, para te ajudar a entender melhor o assunto, apresentaremos aqui mitos e verdades sobre o Clareamento Dental. Mas antes, vale explicar de maneira resumida os principais tipos de clareamento e suas formas de atuação. Vamos a elas:

Tipos de Clareamento Dental

  • Caseiro: certamente o mais conhecido dos métodos. Embora leve o nome de “caseiro”, é fundamental a participação do dentista. Atua por meio de moldeiras de silicone com gel clareador, que devem ser colocadas nos dentes durante um período pré-determinado, que varia de 2 a 4 semanas, com 2 a 4 horas por dia. 
  • Em consultório, com Laser: método ágil e que apresenta resultados efetivos. Aqui, o gel utilizado é o mesmo do procedimento caseiro, porém com uma concentração maior de agentes clareadores. A gengiva do paciente é isolada durante as sessões, para que não haja irritação nas mucosas orais. O tempo de cada sessão é de aproximadamente 1 hora. O laser atua para potencializar a ação clareadora e podem ser necessárias de 1 a 4 sessões para a obtenção de um bom resultado. Em alguns casos, atua combinado com o método caseiro. 

Agora que você já leu a respeito dos principais tipos de Clareamento Dental, vamos aos 4 mitos a respeito do procedimento:

  1. Resultado artificial: uma das preocupações de quem busca o clareamento é o aspecto não-natural. Pode ficar tranquilo:o clareamento respeita o tom natural dos dentes.
  2. O Clareamento é prejudicial ao esmalte dos dentes: não faz sentido algum um procedimento acompanhado por dentistas causar problemas odontológicos, certo? Independente do método utilizado (caseiro ou laser), o foco é retirar a coloração amarelada dos dentes, sem nenhum risco a estrutura dental.
  3. Métodos encontrados na Internet são efetivos e não oferecem risco: outro mito! Escovar dentes com carvão, produtos abrasivos ou usar qualquer método sem embasamento científico podem prejudicar a saúde da sua boca e gengiva.  
  4. Dura pouco tempo: desde que sejam seguidas todas as recomendações do dentista, o Clareamento Dental apresenta resultados duradouros. Deve-se levar em consideração também os hábitos alimentares do paciente. 

Chegou a vez de falarmos das 4 verdades:

  1. É preciso evitar alimentos escuros e com corantes durante o tratamento: a ingestão desses alimentos retarda o processo, além de poder manchar os dentes. É recomendado não ingerir café, açaí, refrigerantes de cola, entre outros, até a conclusão do procedimento.
  2. Fumantes devem redobrar a atenção: sim, pois a nicotina amarela rapidamente os dentes, tornando o clareamento menos eficaz, além de trazer uma série de prejuízos a saúde do organismo.
  3. O clareamento não é recomendado para adolescentes: verdade. Nesta fase da vida, os esmalte está mais permeável, o que pode tornar os efeitos da sensibilidade dental mais intensos.
  4. Os dentes precisam ser preparados antes do Clareamento: é fundamental que os dentes estejam limpos e livres de tártaro para o processo ser bem sucedido. 

Conclusão

Como vimos no decorrer de todo o texto, clarear seus dentesl é um processo totalmente seguro, que oferece resultados concretos e é de capaz de aumentar muito a autoestima. Agora que você já conhece mitos e verdades a respeito do Clareamento Dental, conte com a Essentia Odonto para te ajudar nesta caminhada! 

Para agendar a sua consulta e começar 2020 cuidando da sua saúde bucal, é só acessar o link

Caso queira ler mais a respeito dos principais temas da Odontologia, siga no nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *